A hipertensão arterial trata-se de uma doença crônica ocasionada pelos níveis elevados da pressão sanguínea nas artérias e pode provocar enfarte, aneurisma, acidente vascular cerebral, insuficiência cardíaca e renal, entre outros casos. Com objetivo de orientar a população sobre os riscos e as formas de prevenção contra essa doença a Unidade Básica de Saúde (UBS) Monte Belo encerrou o ciclo de palestras e ações da Secretaria Municipal de Saúde para marcar o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, celebrado nesta sexta-feira, 26.

Além da verificação da pressão arterial e controle glicêmico, os munícipes que passaram pela UBS Monte Belo receberam dicas de como adotar hábitos saudáveis, evitando o consumo de sal, álcool, alimentos gordurosos, bem como a necessidade de praticar atividades físicas de forma regular (pelo menos três vezes na semana e por 30 minutos) e abandonar o fumo. 

Há sete anos Eleosmar Jesus Silva faz controle da pressão e faz acompanhamento na UBS Monte Belo. “Tento fazer tudo que o médico orienta, porque também tenho diabetes tipo 1, então preciso me cuidar”.

No decorrer desta semana ocorreram ações na USF Jardim América, na UBS Recanto Mônica, na USF Piratininga e USF Pequeno Coração.

O ciclo de palestras e ações de combate a Hipertensão Arterial começou no dia 02 de abril na UFS Jardim Josely. Na UBS Marengo, na UBS Centro, UBS Jardim Odete, UBS Caiuby e UBS Jardim do Carmo também foram ministradas palestras sobre o tema.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, por se tratar de uma doença silenciosa, os munícipes precisam estar atentos aos sintomas da hipertensão, que pode aparecer através de dor de cabeça, falta de ar, visão borrada, tontura, dores no peito e zumbido no ouvido.