Cerca de 670 famílias serão contempladas

Reformar a casa e viver em melhores condições começou a ser realidade em Itaquaquecetuba. A Secretaria Municipal de Habitação e o governo estadual, pelo Programa Viver Melhor, da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), iniciou nesta semana o mapeamento e emplacamento das casas do Jardim Maria Rosa. O objetivo é levar qualidade de vida às famílias do bairro com intervenções na estrutura física das moradias. 

A programação é divida em três etapas: a primeira é a vistoria no local para avaliar a moradia, suas necessidades, quantas pessoas moram na residência e qual a sua realidade social, a segunda é a orientação e coleta da assinatura do morador no termo de adesão e por fim a execução da obra.

Neste primeiro momento, a equipe visitou as residências para o emplacamento da casa, sinalizando que aquela foi escolhida e está dentro dos critérios do programa. Cerca de 670 famílias com renda de até cinco salários mínimos serão contempladas.

Os tipos de serviços a serem executados, sem custo para as famílias, abrangem coberturas, alvenaria, revestimento, piso, pintura, instalações elétricas e hidráulicas, entre outros. “As áreas indicadas são vulneráveis, então o programa vem para trazer mais qualidade de vida, melhorando as condições habitáveis, salubridade e acessibilidade”, destacou a secretária de Habitação, Angela Quirino.

“Conquistamos mais um programa com o governo estadual e vamos em busca de muitos outros para beneficiar a nossa população”, acrescentou o prefeito Eduardo Boigues. O bairro está em processo de regularização fundiária e, em breve, será realizado o levantamento topográfico. Áreas de risco, de proteção ambiental e de preservação permanente não estão inclusas.