Levantamento coincide com o início da campanha Dezembro Vermelho, dedicada à mobilização contra HIV, Aids e ISTs

A Secretaria de Saúde de Itaquaquecetuba registrou queda de 17,54% em novos casos de HIV no município. O número diminuiu de 57 entre janeiro e novembro de 2022 para 47 no mesmo período deste ano. 

A redução é atribuída às ações contínuas de prevenção, assistência e proteção dos direitos das pessoas infectadas ao longo do ano e coincide com o início da campanha Dezembro Vermelho, dedicada à mobilização contra o vírus HIV, Aids e outras infecções sexualmente transmissíveis.

De forma contínua, a pasta promove uma série de ações de prevenção que são intensificadas neste mês, como a realização de testes rápidos, palestras, atividades educativas e conscientização sobre a importância da prevenção.

Um dos equipamentos focados em absorver a demanda é o Serviço de Atendimento Especializado (SAE), localizado na rua Duque de Caxias, 187 – Centro. Trata-se de uma unidade ambulatorial voltada à atenção integral de pessoas com HIV/Aids, hepatites virais, tuberculose e hanseníase. O local realiza testagem, dá aconselhamento e seguimento aos pacientes que recebem o diagnóstico positivo.

“O SAE é um equipamento fundamental pois funciona de forma democrática e acolhedora, especialmente para o público soropositivo. A queda no número de casos evidencia nossas ações de conscientização que ocorrem ao longo do ano e que levam informação às pessoas sobre a importância da prevenção”, destacou a secretária de Saúde, Ariana Julião.

Todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e o Centro de Saúde (CS) 24h realizam testes de HIV, sífilis e de hepatites B e C. Para reforçar os trabalhos, estão sendo distribuídos panfletos em locais estratégicos da cidade e em eventos promovidos pela prefeitura.

“É de extrema importância continuar promovendo a educação e a prevenção. Vamos seguir incentivando para garantir o acesso dos munícipes aos serviços de saúde de Itaquá e realizando exames regulares. A redução é um marco importante, mas seguiremos em alerta”, acrescentou o prefeito Eduardo Boigues.