Na última segunda-feira, 22, a cidade de Guararema sediou o encontro do 2° Fórum de Resíduos Sólidos do Alto Tietê, norteado pelo tema “Desafio do Lixo: o ciclo do consumo”. A ação foi realizada pelo Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) e estiveram presentes representantes dos 11 municípios que compõem a Região do Alto Tietê: Arujá, Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Guarulhos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis, Santa Isabel e Suzano. O encontro contou também com a participação de José Valverde Machado Filho, assessor em resíduos sólidos da Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente que trouxe a temática “Desafios dos resíduos sólidos urbanos no estado de São Paulo”. A cidade de Itaquaquecetuba foi representada pela diretora da Escola Municipal de Educação Ambiental (EMA) Nelson Barreto da Silva, Geralda da Luz Leal. O evento foi no Núcleo de Educação Ambiental (NEA) Sinhô Muniz, na Ilha Grande. 

O objetivo principal da ação foi abordar questões sobre o reaproveitamento de materiais. Foram tratados e expostos painéis com os principais destinos do isopor, plástico, papel, metal e vidro. Não obstante discutiu-se sobre avanços e desafios da coleta seletiva e inclusão dos catadores, e experiência de uma moradora no movimento lixo zero e uma oficina para reaproveitamento de resíduos orgânicos.

De acordo com Geralda, empresas e instituições que são referência nesses assuntos, como Ancat, Gerdau, Instituto GEA, Guararecicla, Grupo Alto Tietê, Instituto Itaquareia, Massfix, Neiwa Embalagens, Veolia e Pragma Soluções Sustentáveis abordaram questões ambientais e sociais.

A professora disse ainda que “sensibilização e a integração nesta missão de reduzirmos o lixo que produzimos é de todos nós. “A Educação Ambiental cria atitudes que geram ações e concepções não somente para a sustentabilidade desta geração, mas também para que as próximas gerações não cometam os mesmos erros e que juntos avancem em políticas e práticas de fortalecimento e crescimento para uma sociedade ambientalmente e socialmente sustentável,” concluiu Geralda.

Para a secretária de Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação de Itaquaquecetuba, Jane Moura Santos, o debate é necessário. “A questão ambiental é muito importante para o mundo e, deste modo, como pauta da agenda pública se faz necessário a representação de nossa cidade,” concluiu. A secretária adjunta de Educação, Verônica Cosmo Barbosa, também reforço o relevância do tema. “Todo o trabalho realizado norteado pelo assunto Meio Ambiente é de extrema importância para todos e neste sentido a participação da professora Geralda no 2° Fórum de Resíduos Sólidos do Alto Tietê, só tende a reforçar o trabalho gratificante realizado há anos pela EMA,” finalizou Verônica.