Intermediada pela Prefeitura de Itaquaquecetuba, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Itaquaquecetuba, uma rede de supermercado inaugurou sua unidade na cidade, nesta quarta-feira, dia 07. Também é a primeira empresa a ganhar o selo “Empresa que Valoriza a Mulher”, um projeto desenvolvido pela Secretaria de Políticas para Mulheres, com o objetivo de empregar mulheres em situação de violência doméstica.

A inauguração contou com a presença de toda a equipe da rede, além do prefeito Eduardo Boigues, secretários de Desenvolvimento Econômico, Luciano DÁvila, com seu adjunto, Ayl Marques, Políticas para Mulheres, Hadla Issa e representantes do Poder Legislativo.

O supermercado, que fica na estrada do Bonsucesso, vai gerar 180 empregos diretos e mais 120 contratos indiretos. Além disso, uma das contratadas foi encaminhada pela pasta de Políticas para Mulheres, por meio do programa “Empresa que Valoriza a Mulher”.

O prefeito Eduardo Boigues parabenizou toda a equipe que faz a cidade crescer. “São empreendimentos como esse que fazem a diferença na vida de cada um, pois as pessoas precisam trabalhar. Espero que Itaquaquecetuba se desenvolva cada vez mais”, ressaltou.

De acordo com Hadla, esse momento é importante não apenas para a cidade que ganha uma empresa, mas por mais uma mulher ter a possibilidade de ter sua autonomia financeira, pois foi empregada no projeto “Empresa que Valoriza a Mulher”. “Hoje entregamos o primeiro selo do programa “Empresa que Valoriza a Mulher”. Esse selo contempla a empresa que contrata a mulher que foi indicada pelo banco de dados, em parceria com a equipe do Desenvolvimento Econômico”, disse Hadla. É uma oportunidade desta mulher ter a independência financeira contemplada pela empresa e dar a possibilidade para ela sair desse ciclo.”.

Para Luciano Dávila, a cidade está em ascensão. “Somente nessa região onde está instalado o supermercado há um investimento de cerca de R$100 milhões. Quando uma empresa escolhe a cidade, nós trabalhamos com infraestrutura, geração de renda e muitas outras coisas são embutidas e que posteriormente refletem na cidade”.